A Livraria das Obras Inéditas


Não durmo
08/08/2011, 7:04 pm
Filed under: Poesias

… e é um sono que insiste chegar.

Eu faço café,

arrumo meu quarto,

tomo sorvete,

atendo telefonemas de amigos,

marco coisas,

adianto o trabalho,

sigo adiante quando olho pro retrato,

para vida ser vida,

para a vida me servir

de alguma coisa que eu possa descartar.

Não me iludo

Não durmo mais.

Anúncios
Comentários Desativados em Não durmo





Os comentários estão fechados.



%d bloggers like this: